17 de dezembro de 2011

MORTÍFERA "BALA" DUNDUN

Bala de pistola ou fuzil, partida por dois cortes em forma de cruz. Estes projeteis foram feito para que os ferimento por eles causados sejam mais gaves. Tecnicamente, diz-se que há maior transferência de energia e, consequentemente, o "poder de parada" também é maior, nos projéteis chamados dundum, entretanto referem-se aos projéteis ponta oca. O aumento do diâmetro do projétil limita a sua penetração, e produz, no corpo da pessoa ou animal alvejado, um ferimento mais extenso. Inventado no final de 1890 por um oficial do exército britânico, Neville Bertie-Clayno, no arsenal de Dum Dum, cidade próxima de Calcutá na Índia, este tipo de projétil foi condenado pela Convenção de Haia de 1899, por motivos humanitários, a bala dundum se estilhaça dentro do corpo do indivíduo atingido, provocando dores lancinantes, o que normalmente não acontece com uma bala comum.

Nenhum comentário:

Postar um comentário